Como Fazer Corretamente o Starter do Fermento

É muito comum no inicio da nossa jornada cervejeira sempre associarmos uma certa complexidade ao termo “Starter do Fermento”, todavia, fazer o starter da levedura é bem mais simples do que se parece, sem contar que se você está buscando trabalhar com levedura líquida, reutilização da lama e, até mesmo, dar aquela economizada no fermento, aprender a como fazer corretamente o starter se torna essencial.

Assim, nesse post vou te ensinar os fundamentos e os cuidados necessários para que você possa conduzir corretamente a propagação do seu fermento.

Aprenda a Fazer o Starter do Fermento
Bem, o Starter nada mais é que uma fermentação em pequena escala, onde buscamos a ativação e multiplicação das leveduras inoculadas, para que desta forma, elas possam nos proporcionar uma fermentação saudável do nosso mosto posteriormente.

Dito isso, e antes de iniciarmos com os procedimentos, é fundamental que você entenda um fator importante para o starter: A Taxa de Inoculção da Levedura. Assim, caso você ainda não tenha muita experiência nesse assunto, te convido a dar uma lida nesse artigo antes de continuar: Como Inocular Corretamente a Levedura.

A importância da Sanitização e os Equipamentos

Assim como em toda parte fria do processo de fabricação da cerveja, a primeira questão que você deve ter em mente na hora de produzir seu Starter é quanto a limpeza e sanitização dos equipamentos e utensílios que serão utilizados. Portanto, seja bastante cuidadoso – lê-se paranoico – com a limpeza e sanitização em todas as etapas de preparo do seu starter.

E por se falar em equipamentos, vamos aos itens necessários e suas respectivas necessidades de limpeza ou sanitização:

Continue lendo

Aprenda a Criar Receitas Cervejeiras

Uma das etapas mais interessantes e divertidas na fabricação da cerveja é sem dúvida a imensa possibilidade de criação e evolução de receitas cervejeiras.

Criando Receitas Cervejeiras

(foto adrianpike)

Montar sua própria receita não é nenhum bicho de sete cabeças, no entanto, é fundamental que você entenda os fundamentos que se encontram por trás dessa divertida jornada.

Assim, para te introduzir na criação de sua própria receita deixa eu te esclarecer o que acredito ser as bases para a criação de receitas cervejeiras…

Continue lendo

Como Calcular o Amargor em IBU da Cerveja

Aprender a calcular corretamente o amargor da sua cerveja é crucial para que você possa não somente estimar a quantidade do IBU desejado, mas também, efetuar possíveis correções durante o processo de lupulagem.

Calculando o amargor da cerveja

Como sabemos, além de contribuir com amargor e equilíbrio para nossa cerveja, o lúpulo é também o grande responsável por uma parcela de aromas e sabores que compõem o nosso precioso líquido, assim, é fundamental que saibamos exatamente quais os objetivos que buscamos com ele em nossa receita.

Por exemplo, para uma cerveja do estilo Oktoberfest o lúpulo entra como um “coadjuvante” na receita, no intuito apenas, de equilibrar o dulçor do malte com seu amargor de uma forma que seu amargor/aroma não se destaque. Ao contrário de uma IPA, que o papel principal fica por conta do lúpulo, o qual garantirá um amargor acentuado e um aroma típico esperado para esse estilo.

Com isso entendido, vamos ao cálculo para se estimar o amargor da nossa cerveja.

Continue lendo

Tabela de Tipos e Equivalência de Malte

Tabela de Tipos e Equivalência de Malte

Quando começamos a nos aventurar na criação de nossas próprias receitas, os diferentes tipos de maltes acabam causando um pouco de confusão quando tentamos entender qual seria a melhor escolha para aquele determinado estilo de cerveja.

E foi pensando em trazer uma “luz” a essa questão, que trago para você duas tabelas importantes: a Tabela de Tipos de Maltes e a Tabela de Equivalência de Malte.

Saber qual o tipo de malte que se deve utilizar, a quantidade ideal, assim como, compreender o aroma ou sabor que aquele malte irá proporcionar é fundamental para que você possa desenvolver uma excelente cerveja. Assim, as tabelas abaixo irão te ajudar a compreender essas questões e servirão como consultas para a criação de suas receitas.
Continue lendo

A importância da Limpeza e Sanitização na Produção de Cerveja

Acredito que de todo o processo de fabricação da cerveja, a limpeza e a sanitização são de longe as etapas mais importantes.

Quando iniciamos nessa jornada de fabricar cerveja em casa nos preocupamos em entender as rampas de temperatura da brassagem, a lupulagem e os mistérios da fermentação – não que não sejam importantes -, mas esquecemos da importância da Limpeza e Sanitização, os grandes responsáveis para que toda essa mágica aconteça.

Importância da Limpeza e Sanitização

Imagine você projetar aquela Weiss deliciosa e cumprir com êxito todas as etapas do processo, porém, ao invés de sanitizar corretamente seu fermentador você apenas dá aquela lavada “esperta” e despeja o mosto. Ai depois de alguns dias, você tira uma pequena amostra para verificar a atenuação e percebe um cheiro não muito agradável. Intrigado, você dá uma bebericada e pra sua surpresa um gosto muito longe do que era pra se chamar de cerveja.

Claro, esse foi um exemplo meio simplista de uma possível contaminação, mas pode acreditar: em muitos casos pequenos deslizes na sanitização pode prejudicar toda uma leva.

O importante é você observar e colocar em prática duas regras:

#1 – Tudo que entrará em contato com o mosto antes da fervura deve estar limpo;
#2 – Tudo que entrará em contato com o mosto depois do resfriamento deve estar limpo e sanitizado.

Pode ter certeza que com a aplicação dessas duas regras, mais da metade de todo o seu processo de fabricação já estará com grandes possibilidades de dar certo. Portanto, não seja preguiçoso meu caro…rs

É bastante comum ouvirmos no cotidiano cervejeiro a máxima: “tudo que cair no caldeirão vira tempero!”. E ela não deixa de estar certa. Porém, não confunda o que cair no caldeirão com as sujeiras que já estão nele. 😛

Qual a importância da limpeza?

Muitos afirmam que o início do processo de fabricação é com a moagem do malte, porém para que você possa iniciar a moagem o moedor precisa estar limpo, certo? Portanto, o primeiro passo na produção da cerveja, independente do método que você utiliza, será com a limpeza.

A limpeza tem por objetivo retirar todas as partes sólidas – sujeiras e afins – que esteja presente na superfície do seu utensílio, para que durante seu uso elas não se soltem e se misturem no mosto.

Continue lendo

Receita da Delação Premiada, a IPL da Beertoon!

Com a chegada do Mondial de la Bière Rio 2015, a ansiedade pelo lançamento das cervejas da Beertoon, uma cervejaria cigana liderado pelo Mestre Leonardo Botto ao lado do cartunista Ique e do empresário Léo Cerqueira, só aumenta. Mas para acalmar os ânimos, que tal produzir uma Indian Pale Lager com a receita da Delação Premiada?

Delação Premiada

Receita da Delação Premiada

Receita para 24 litros de mosto com rendimento de 75%:

Continue lendo

A importância do Software Cervejeiro

Quando iniciamos nesse maravilho hobby de fazer cerveja artesanal observamos na prática como que muitas das aulas de matemática e física não foram em vão.

Software Cervejeiro

Porém, dentre os diversos cálculos cervejeiros que compõe os alicerces de nosso precioso líquido (cálculo de amargor, graduação alcoólica, eficiência de brassagem, cálculo de quantidade de malte, quantidade de água, cor da cerveja e muitos outros), constatamos também que se caso, assim como eu, você não for um matemático talvez terá de arrumar um outro hobby ou seguir religiosamente uma receita qualquer, dado à complexidade de muitos desses cálculos.

Mas calma, nem tudo está perdido.
Nós temos uma salvação: o Software Cervejeiro!

Continue lendo

Está chegando o Mondial de La Bière 2015

Hei! O Mondial de La Bière 2015 já começou a desembarcar na capital carioca!

Mondial de La Bière 2015

Com a expectativa de receber mais de 30 mil visitantes entre amantes, apreciadores e produtores de cerveja, o Mondial de La Bière 2015 será realizado do dia 19 a 22 de novembro no Pier Mauá, Zona Portuária da cidade maravilhosa, contando assim, com um espaço de 10 mil metros quadrados para acomodar todos os amantes do nosso precioso líquido.

“E você vai ficar fora dessa?” =P

Continue lendo

Como fazer Pão de Malte (Malzbrot)

Quem nunca se perguntou no que fazer com tanto bagaço de malte no final da brassagem, não é mesmo? Na maioria dos casos jogar fora é sempre a primeira opção, mas calma cervejeiro… Todo esse bagaço pode ser utilizado para muitas outras coisas, tipo: alimentar animais, secar e como com frutas ou iogurte e até mesmo, fazer pães.

E como já colocamos pra fermentar nosso pão líquido, por que não arriscarmos em fazer um pão de malte, quero dizer, pão de bagaço de malte.

Pão de Malte

Mas pode ficar tranquilo caso também tenha optado por comer com frutas, vamos utilizar somente uma pequena quantidade desse bagaço todo aí… =)

Como fazer pão de malte

Continue lendo

Cervejaria Colorado é comprada pela Ambev

Depois de muitos rumores e conversas desencontradas, finalmente o temor de alguns e a alegria de outros, se confirmou: Cervejaria Colorado é comprada pela Ambev.

Cervejaria Colorado é comprada pela Ambev

Anunciada na data de hoje, 07 de julho, a Cervejaria Colorado, de Ribeirão Preto, concluiu sua negociação com Companhia de Bebidas das Américas (Ambev), a qual passará a fazer parte da Cervejaria Bohemia.

Fundada há 20 anos e com um faturamento anual de R$ 18 milhões, a Cervejaria Colorado, que produz atualmente cerca de 120 mil litros de nosso precioso líquido, continuará com suas instalações em Ribeirão Preto e com seu fundador, Marcelo Carneiro, à frente da empresa, dedicando-se a criação e inovação de novas receitas.

Continue lendo