Da Cevada ao Copo: O Guia Completo Para Fazer sua Cerveja

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Sim, Cervejeiro, as novidades aqui no Condado da Cerveja não param, e dessa vez, é com imensa satisfação – e uma IPA no copo – que lhe apresento o meu livro Da Cevada ao Copo: O guia completo para fazer sua cerveja em casa.

Livro Da Cevada ao Copo: O guia completo para fazer sua cerveja em casa

 

Fruto de grande relutância aos pedidos de muitos leitores aqui do blog, que comentavam da necessidade de existir uma referência clara e objetiva que guiasse os novos adeptos, bem como os já iniciados, a produzirem ótimas cervejas em casa…

E como diria minha avó: “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”. 😛

Até porque, sei como é difícil o início da nossa jornada cervejeira. No começo da minha jornada, por exemplo, nem tudo foi de pleno acerto, cervejas maravilhosas e lúpulos frescos.

Tive diversos percalços no caminho, cervejas intragáveis e algumas frustrações.

E, claro, se eu tivesse um guia para me ajudar no início, com certeza, eu teria encurtado meu tempo de aprendizagem e minimizado minhas frustrações.

Por isso, sabendo da importância para os novos cervejeiros de conteúdo relevante, de qualidade e sem mimi sobre fabricação de cerveja, me convenci a arregaçar as mangas e criar o livro Da Cevada ao Copo.

E se você quer fabricar sua própria cerveja em casa, mas ainda não sabe por onde começar, tem dúvidas de que equipamentos comprar, os insumos certos que se deve utilizar, como proceder em cada uma das etapas de produção…

Se você já começou a produzir suas cervejas, mas não está contente com os resultados obtidos…

Pode ficar tranquilo, que esse livro, Da Cevada ao Copo, é para você.

Nele, você irá aprender as melhores práticas para a fabricação caseira de cerveja, os detalhes de cada uma das fases e etapas da produção cervejeira, tudo de uma forma clara e objetiva.

Confira abaixa alguns dos conteúdos que você irá aprender nas mais de 216 páginas do livro Da Cevada ao Copo:

  • Os principais insumos cervejeiros e como eles influenciam sua cerveja...
  • As técnicas de lupulagem e mais de 76 variedades de lúpulo com suas características e substitutos...
  • Os tipos e as principais características das leveduras...
  • Os equipamentos essenciais para fabricar cerveja em casa...
  • Como montar seu kit cervejeiro e economizar uma graninha...
  • Os fatores imprescindíveis para uma boa cerveja...
  • A importância de cada etapa do processo cervejeiro...
  • 22 dicas essenciais para a hora do fabrico...
  • Como otimizar o tempo de resfriamento do mosto...
  • Como conduzir corretamente a fermentação da sua cerveja e os 4 pilares essenciais para uma boa fermentação...
  • A grande diferença entre maturação e clarificação a frio e a importância de não confundi-los...
  • Como proceder corretamente com o envase e a refermentação...
  • O passo a passo para a produção da sua cerveja...

E muito mais!

Tudo isso para que você já possa começar suas produções ou melhorar ainda mais suas cervejas caseiras.

Gostou? Então clique no botão amarelo e garanta o seu exemplar 🙂

Sim! Quero Saber Mais do
Livro Da Cevada ao Copo

Ah, e confira também os bônus especiais que separei especialmente para você!

Bom, Cervejeiro, espero que você aprecie todo o conteúdo dedicado nesse livro e deguste de bons resultados vindos de sua panela cervejeira.

Cheers! 😀

4 ideias sobre “Da Cevada ao Copo: O Guia Completo Para Fazer sua Cerveja

    1. David Silva Autor do post

      Olá Juliano,

      Primeiramente, muito obrigado pelo seu interesse no livro “Da Cevada ao Copo”… 😀

      Você poderá adquirir o seu exemplar através desse link:

      -> Da Cevada ao Copo

      Bastando clicar no botão amarelo e, na sequência, escolher a opção “Versão Impressa” que você será redirecionado para a página segura de pagamento.

      Qualquer dúvida estou à disposição.

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  1. Rodrigo de Carvalho Pires

    Olá David,

    Comprei seu livro, ainda não chegou mas já li um pouco da versão on line e já devorei o conteúdo bônus, realmente o conteúdo mais claro que encontrei até o momento para leigos como eu. Fiquei com algumas duvidas que estão me atrapalhando a comprar o equipamento certo.

    Optei pelo modo BIAB, comprei até o momento um caldeirão de 65L e grain bag para ele. As duvidas são as seguintes.
    1- Quantos litros ele vai me render em media de cerveja e no máximo (não sei a litragem do fermentador que devo comprar)?
    2- Como faço com a água se fizer uma receita com por ex. 15Kg de malte esperando produzir uns 65L de Pale Ale por ex. (nem sei se é possível nessa panela essa quantidade)? Colocaria uma quantidade de água que junto com o malte “lotaria” a panela e na lavagem posteriormente completaria com o restante da água que o malte estava ocupando de espaço + água evaporada + quantidade de água que o malte levou somando assim 65L?
    3- Tenho muita duvida a respeito de rendimento e de como saber a quantidade de água inicial que uso e quanto coloco a mais na lavagem, como calcular isso? Caso possa me ajudar a esclarecer essa duvida seria ótimo.

    Desde já agradeço pela atenção.

    Att.

    Rodrigo

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Rodrigo,

      Muito obrigado 😀
      Fico bastante contente em saber que já devorou o livro e que ele esteja te ajudando nessa tua jornada cervejeira.

      Opa, vamos as tuas dúvidas levando em consideração o método BIAB, com o uso de uma única panela:

      1- Quantos litros ele vai me render em media de cerveja e no máximo (não sei a litragem do fermentador que devo comprar)?

      Bom, vale sempre se atentar que a quantidade de líquido máximo que você poderá utilizar na sua panela sempre será um pouco menor que a capacidade máxima dela, até porque, o malte também irá ocupar espaço.

      Em média para esse tamanho de panela e uma brassagem por BIAB, dependendo da quantidade total de grãos, é possível levar para o fermentador cerca de aproximadamente 40 litros.

      2- Como faço com a água se fizer uma receita com por ex. 15Kg de malte esperando produzir uns 65L de Pale Ale por ex. (nem sei se é possível nessa panela essa quantidade)? Colocaria uma quantidade de água que junto com o malte “lotaria” a panela e na lavagem posteriormente completaria com o restante da água que o malte estava ocupando de espaço + água evaporada + quantidade de água que o malte levou somando assim 65L?

      No caso do BIAB sem lavagem, e simplificando isso, o ideal é que toda a quantidade de água + os grãos caibam na panela.

      3- Tenho muita duvida a respeito de rendimento e de como saber a quantidade de água inicial que uso e quanto coloco a mais na lavagem, como calcular isso? Caso possa me ajudar a esclarecer essa duvida seria ótimo.

      Para o cálculo da água você poderá se basear nesse post:

      – Como Calcular a Quantidade de Água Para a Brassagem

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*