Cálculos Cervejeiros

Vários cálculos cervejeiros são necessários para nos orientar na nobre arte de se fazer cerveja, e com a intenção de facilitar, disponibilizei algumas ferramentas úteis para te auxiliar nesses cálculos:

Solução de Iodo para Sanitização

Esta ferramenta irá te ajudar a saber a quantidade adequada de iodo que se deve diluir em água, para se obter um solução de iodo com 12,5ppp (partes por milhão), indicada para uma sanitização sem enxague :

QUAL A QUANTIDADE DE Iodo ativo? %
QUAL A Quantidade de água para solução? L
Quantidade ADEQUADA Iodo que se deve usar
ml
Concentração de iodo ppp

Calcular a graduação alcoólica da cerveja

Com a Densidade Inicial (OG) e a Densidade Final (FG) é possível se estimar a graduação alcoólica de sua cerveja em ABV (Alcohol by Volume), utilizando a seguinte ferramenta:

QUAL FOI A SUA Densidade Inicial (OG)? OG
QUAL FOI A SUA Densidade Final (FG) FG
Graduação Alcoólica em ABV %

Quer Aprender Mais Sobre Cerveja?

Cadastre seu email abaixo e receba gratuitamente as dicas e atualizações do blog!

Fique tranquilo, também odiamos spam 😉

Calcular o volume do fermentador

Com esta ferramenta você poderá saber a quantidade em litros de um determinado recipiente, tal como o fermentador:

QUAL O Raio DO RECIPIENTE? cm
E A Altura DO LÍQUIDO? cm
Volume L

Converter de Brix para Gravidade Específica

Utilize esta ferramenta para efetuar a conversão de Brix para Gravidade Específica:

BRIX
GRAVIDADE ESPECÍFICA

Calcular o Amargor da Cerveja em IBU

Você poderá utilizar esta ferramenta tanto para estimar o amargor de sua cerveja em IBU, assim como, para te auxiliar numa possível correção antes da lupulagem do mosto:

Volume: liter
SG: g/cm³
QT(g) Alfa(%) t(min) IBU
Total:

* Calculo baseado na formula de Tinseth. (Fonte: HelixS2S)

Converter de WK para Lintner

Em muitos casos se faz necessária a conversão de WK para Lintner, principalmente quando se pretende efetuar a inclusão de determinados maltes em software cervejeiro – como BeerSmith -, pois a unidade Windisch-Kolbach (WK) é frequentemente utilizado na Europa como uma medida secundária para o Poder Diastrático do malte. Assim, utilize a ferramenta abaixo para efetuar esta conversão:

WK
Lintner

Calculando o Envelhecimento do Lúpulo

Nesta ferramenta você poderá calcular o envelhecimento do lúpulo que se tem guardado e estimar o valor do alfa-ácido resultante conforme a embalagem que está usando, a temperatura de armazenamento, a idade do lúpulo e o HSI**:

Alfa-Ácido Original (%) %
Índice de Armazenamento do Lúpulo (HSI) %
Temperatura de Armazenamento (ºC)
Condições de Armazenamento Saco plástico
Saco com barreira de oxigênio
Embalado à vácuo
Idade do Lúpulo em Dias
Alfa-Ácido Resultante (%) %

(**) Clique aqui para saber o HSI médio de um determinado lúpulo.

Quer Aprender Mais Sobre Cerveja?

Cadastre seu email abaixo e receba gratuitamente as dicas e atualizações do blog!

Fique tranquilo, também odiamos spam 😉

43 ideias sobre “Cálculos Cervejeiros

  1. Robson Ventiura

    Desculpe mas o calculo para litro esta errado . pois tenho uma panela que o raio é 36.5 e altura 33 segundo sua conta minha panela teria 134.292 litros e na verdade tem apenas 32 litros

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Robson!

      Muito obrigado pela observação, acabei de fazer uma pequena correção no calculo.
      Lembro que para essa fórmula deverá utilizar o raio da sua panela, ou seja, a medida do diâmetro divido por 2.

      Forte abraço e boas cervejas! 😉

      Responder
    2. Claudio

      Não está não, você mediu errado, lembre-se que a medida é do raio que vai do centro em linha reta até a extremidade e não do diametro que vai de uma extremidade a outra, ai aplica-se a a forma: (PI*R²*h)/1000, leia-se Pi vezes Raio ao quadrado vezes altura, divide se o resultado por 1000 para converter cm³ em Litros. E de acordo com suas medidas você tem uma panela de 138L e 117ml, aproximadamente devido ao numero de casas decimais do PI que você usar.

      Responder
    3. Cristhiano

      Desculpa aí amigão, vc não está medindo bem sua panela, afinal, V = πR^2 x H, e com essas medidas, sua panela teria sim 134 litros

      Responder
  2. MARCOS D´SOUZA

    Olá David, sou iniciante no mundo das artesanais, fiz minha primeira no dia 24/05 e pretendo fazer outra agora no dia 28/06. Só para constar, a fórmula que uso para volume é: diâmetro ao quadrado x Pi x Altura / por 4. Marcos D´Souza

    Responder
  3. Vinicius

    Ola David. Primeiramente parabéns pelo Blog. É sensacional. Apenas queria saber o que significa o SG da fórmula de cálculo de amargor. E outra coisa se você tem a fórmula para correção da densidade pela temperatura. Valeu! Tem me ajudado muito os seus conselhos aqui! Um abraço!

    Responder
  4. Luis Castro

    Olá!

    Tentei calcular o grau alcoólico da minha Stout, mas o calculador, não me respondeu.

    Haverá algo que me escapa?

    Obrigado

    Luis Castro
    Portugal

    Responder
  5. Daniel Faria

    Que site maravilhoso rsrs. Conheci ele hoje e estou lendo todas as informações. Ainda nao fiz minha primeira brassagem, estou esperando meu kit chegar para me aventurar. Enquanto isso dicas e informações sao bem vindas e claro, muuuuitas duvidas heheh. Gostei da ferramenta de calculo.

    Responder
  6. Joao

    Olá David, boa tarde.
    Parabéns! Seu site realmente tem muita informação boa.
    Tenho uma dúvida que não consegui tirar ainda.
    Quero fazer 10L de cerveja. Quanto vou precisar de água no total (brassagem + fervura + fermentação) pra obter o volume final dos 10L.
    Como calculo isso?

    Abraço.

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá João,

      Muito obrigado 🙂

      Como a explicação desses cálculos é bem extensa e existem algumas variáveis importantes para se observar, logo em breve vou publicar uma postagem trazendo todas essas explicações.

      Abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  7. Gigio

    Olá David, estou gostando bastante de suas informações sobre o assunto, gostaria que me tirasse algumas dúvidas. Estou na minha segunda leva e na primeira acho que não ficou bem carbonatada, 4 g de priming por litro. Depois de 4 dias abri e estou achando com pouco gás. Posso abrir e colocar mais açúcar direto e fechar novamente?
    Outra dúvida, posso tirar o balde do frezer onde está minha segunda leva maturando já uma semana a 1 grau e deixar na temperatura ambiente um dia e depois retornar com o balde pra maturação por mais uma semana?
    Obrigado.

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Gigio,

      Quanto a carbonatação, eu te aconselho a aguardar mais alguns dias com a cerveja refermentando na temperatura limite da de fermentação, e posteriormente, fazer um outro teste para verificar o nível de carbonatação.

      Até porque, na verdade não se tem um tempo ideal para a conclusão da refermentação na garrafa, ou seja, o tempo poderá variar por diversos motivos, tais como: qualidade da fermentação, tempo de maturação a frio, estresse sofrido pela levedura, temperatura de refermentação, homogeneização do priming, entre outros.

      Eu já tive uma leva que demorou cerca de 25 dias para concluir a refermentação..rsrs

      Quanto a segunda dúvida, por ser um período bem curto de tempo não terá problema. 😉

      Abraço e ótimas cervejas!

      Responder
  8. Gigio

    Olá David, muito boa suas considerações, fico grato de saber que tem alguém empenhado em ajudar os pobres aprendizes aqui hehehe. Sobre o priming acho que não ficou bem homogenizado mesmo, vou esperar mais um pouco e depois abrir uma novamente para ver. Caso eu decida por refazer o priming, posso fazer direito na garrafa?
    Outra dúvida, estou cheio delas né, estou querendo fazer uma leva de red ale de 20 litros, mas vou duplicar a receita, isso mudaria alguma coisa no tempo de brassagem e fervura ou seja teria que aumentar o tempo?
    Posso mandar a receita que penso em fazer para análise?
    Obrigado e desculpe a chatice.

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Gigio,

      Imagina, sempre que precisar é só perguntar =)

      Bem, o ideal é que você aguarde por mais alguns dias para verificar se o nível de carbonatação não vai atingir o esperado, pois desta forma, você não terá nenhuma surpresa com uma possível supercarbonatação. Mas se realmente não atingir, você poderá sim refazer o priming individualmente em cada garrafa, tomando bastante cuidado com a sanitização.

      Em relação ao redimensionamento das receitas, o tempo de brassagem e fervura será o mesmo, a única questão que poderá mudar um pouco é quanto a eficiência do processo, mas em termos de tempo, pode seguir o mesmo.

      Pode sim 😉

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  9. Leandro

    No cálculo do IBU. A SG colocada na fórmula é a SG inicial (OG) ou a final (FG)? e o volume o que restou ao final da fervura?
    Obrigado.
    Leandro

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Leandro,

      No campo “SG” você irá colocar a OG do seu mosto, e no “Volume” a quantidade de mosto estimado ao final da fervura.

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  10. cristiano

    Cara, muito bom, era difícil eu conseguir saber o IBU da minha cerveja, tinha uma noção , agora ficou mas fácil. Abraço

    Responder
  11. André

    Bom dia!!!
    Show o seu site!!!
    Tenho uma dúvida no cálculo no cálculo tem a Quantidade em grama do lúpulo, a seu percentual Alfa e o qué o t ????

    Grato

    André

    Responder
  12. Juliano Pires

    Olá, seria legal um cálculo para determinar quanta água devo evaporar na fervura para atingir a densidade inicial correta para a fermentação.
    Utilizando o volume inicial e densidade antes da fervura e a densidade desejada antes da fermentação.
    Dessa forma se a pessoa souber sua taxa de evaporação saberá estimar o tempo de fervura e assim adicionando os lúpulos no tempo correto, alem de saber se deverá adicionar mais água ou açúcar.

    Responder
  13. Luis Seibt

    Olá.
    Estou na minha segunda leva, uma apa 20 litros. A OG ficou com 1.050 , ficou boa. mas a FG ficou com 1.020 e o ideal seria entre 1.010 e 1.015. Agora ela está em fase de maturação, tem algo que possa corrigir ?

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Luis,

      Alguns fatores podem ter contribuído para essa baixa atenuação, onde a princípio podemos observar três, que são:

      1 – A temperatura e tempo das rampas de brassagem;
      2 – Quantidade de levedura inoculada;
      3 – Tempo de Fermentação.

      Com isso, o que você poderá fazer agora é separar um pouco desse mosto num recipiente devidamente sanitizado e deixar por alguns dias em temperatura ambiente para ver se irá atenuar mais um pouco.

      Caso atenue, aconselho você elevar a temperatura novamente e fazer uma nova inoculação, pois ainda se tem açucares fermentáveis.

      Caso contrário, a atenuação realmente chegou ao fim.

      E se realmente a atenuação chegou ao fim, o problema pode ter sido na brassagem…

      Assim, é bom observar como foi conduzida sua brassagem.

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  14. Afonso Ricardo Augusto

    Olá bom dia !
    Fiz a minha primeira brassagem ontem uma pale Ale seguindo a receita 20 litros como tal e ao final da fervura resultou em apenas 15,5 litros.
    Já iniciou a fermentação e alguém tem alguma dica para correção ?
    Grato
    Afonso

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Afonso,

      Na verdade, quando seguimos uma receita a risca infelizmente caímos numa questão chamada: eficiência do processo.

      Isso, pois, a eficiência do equipamento usado para a criação da receita, as perdas calculadas no processo (espaço morto nas panelas, taxa de evaporação na fervura, perda por trub, etc), em muitos casos, são diferentes da do nosso, o que acaba resultando num volume, densidade e características bem diferentes.

      Assim, é sempre importante adaptar a receita a realidade do seu equipamento, para que desta forma, as diferenças sejam reduzidas.

      Quanto a alguma correção já na etapa de fermentação é meio arriscado, e até diria inviável, assim, vale continuar a fermentação, aproveitar essa breja e corrigir para a próxima leva. =)

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Edmund,

      Para se calcular a quantidade de água, você poderá utilizar do seguinte cálculo básico:

      – Volume Final da Produção;

      – Absorção do grão (em média se perde por absorção dos grãos 1 litro de água para cada kg de malte);

      – Espaço de Perda nas Panelas (espaço perdido entre o fundo e a altura da torneira, o ideal é você realmente medir qual a quantidade que se perde);

      – Evaporação por Fervura (a quantidade de mosto que em média se evapora na fervura);

      – Fermentação e Maturação (o volume perdido durante as transferências);

      – Densímetro (caso use densímetro, deve-se calcular também).

      Exemplo de um volume final de 20ltrs:

      – 6kg de malte = +6 litros de água (média);

      – Perda na panela de brassagem (2l) e fervura (2l)= +4 litros;

      – Evaporação de 10% = +3 litros, aproximadamente;

      – Perda no fermentador (1l) e maturador (1l) = +2 litros;

      – 3 medições com densímetro= 0,750 ml.

      Total 35,75 litros de água.

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  15. Alexandre Carvalho

    Olá! Para o cálculo do IBU… A OG é a do momento da adição ou a OG no final da fervura? E a litragem é a do inicio dá fervura ou a litragem da receita??
    Obrigado e parabéns pelo material!!!!!!

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Alexandre,

      O valor referente a OG é a densidade original alvo estimada para a sua receita, e o volume, será a quantidade final de mosto previsto para após a fervura.

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  16. joao nomelini

    Ola, que bom que achei alguem que possa nos ajudar em questoes tao importantes para quem gosta de se aventurar no mundo dacerveja caseira !!
    Escute, por favor, voce tem no seu site, um demostrativo de comocalcualr o indice provavel de alcoolde sua cerveja. Porem nao entendi o calculo para chegar a este resultado.
    tenho OG e o FG, agora nao sei como efetuar este calculo !!
    cordialmente,
    joao

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá João,

      Muito obrigado! 🙂

      Bem, a utilização dessa ferramenta, “Calcular a graduação alcoólica da cerveja”, é bem simples, basta você colocar no primeiro campo a OG da sua cerveja e no segundo a FG obtida.

      Vale ressaltar que os campos deverão ser preenchidos com a pontuação, ou seja, se o resultado da sua OG deu 1.050, por exemplo, você deverá colocar nesse campo o valor também com o ponto.

      E em seguida, basta clicar no botão “Calcular” que o percentual alcoólico será apresentado em negrito logo abaixo do botão.

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder
  17. Anilton Antonio de Morais

    Ainda sobre inoculação da levedura, já recebi uma dica de um cervejeiro experiente sobre a reidratação da levedura feita com o próprio mosto minutos antes do término da fervura, recolhe-se a quantidade de mosto em um erlenmeyer, tampe-o com papel alumínio sanitizado e force seu resfriamento até a temperatura correta e inocule a levedura, a explicação é que a levedura vai de adaptando ao ambiente e antecipa sua atividade, aí David, que tal um comentário. Obrigado.

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá Anilton,

      Na verdade, as leveduras secas são bastante frágeis, e desta forma, sua membrana celular está bastante desregulada, assim, quando ela entra em contato com o líquido gera uma grande diferença osmótica, fazendo com que o líquido de fora vá para dentro da célula.

      Por isso é recomendado que se faça a reidratação das leveduras com água, pois no caso do mosto, como ele está cheio de açúcares, nutrientes e outros compostos eles acabam indo para o interior das leveduras, o que pode danificá-las e diminuir significativamente a quantidade de células viáveis.

      Forte abraço e boas cervejas.

      Responder
  18. João Airton

    Coloco a Quant. em gramas do lupulo, o alfa e o tempo de fervura do lupulo, mas o IBU aparece zerado!!!!!!

    Ex:
    Volume = 28 L
    OG = 1041
    Quant. = 30
    Alfa = 9,20
    T(min) = 60
    IBU = 0.0 ???

    Responder
    1. David Silva Autor do post

      Olá João,

      Me diz uma coisa, no campo “SG” você colocou somente 1041 ou 1.041 (com o ponto)?
      Pergunto, pois, se colocar o valor sem o ponto ele acaba trazendo um valor zerado mesmo. :/

      Forte abraço e ótimas cervejas.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *