Arquivo da tag: fermentação

Problemas com uma Baixa Atenuação da sua Cerveja?

Bem cervejeiro, antes de começarmos a analisar os “problemas” que influenciam diretamente numa baixa atenuação da cerveja, vamos entender o que é e como funciona a atenuação do nosso mosto.

Assim, podemos entender como atenuação a redução do extrato inicial do  mosto, conforme as leveduras vão metabolizando os açucares presentes durante a fermentação, transformando-os assim, em álcool e CO2.

(foto Mike)

(foto Mike)

E para se calcular essa atenuação, que chamamos de aparente, utilizamos basicamente o extrato inicial e o extrato final aparente, que por consequência, nos traz uma indicação de como foi e/ou como está sendo a fermentação da nossa cerveja.

Todavia, vale compreendermos também que existe uma atenuação real, a qual se leva em consideração o extrato final real obtido, tendo como base o conteúdo alcoólico, desempenho da levedura e açucares residual, o qual influencia diretamente no equilíbrio da nossa cerveja.

E dentre os “mistérios” ligados a fermentação, o que deixa muitos cervejeiros de cabelo em pé, é sem dúvida a gravidade final (FG) da sua cerveja.

Não somente por sua definição ou entendimento, mas por ser uma das coisas mais árduas de atingimos no começo da nossa jornada cervejeira. Às vezes fica acima do esperado, outras vezes abaixo, mas dificilmente dentro do estimado.

E se você está enfrentando esses problemas e não sabe como resolver, agora você já pode se acalmar… =)

Afinal de contas, nesse post vamos analisar alguns fatores e erros que afetam diretamente a atenuação da sua cerveja e , claro, a como evitá-los.

Continue lendo

Como Fazer Corretamente o Starter do Fermento

É muito comum no inicio da nossa jornada cervejeira sempre associarmos uma certa complexidade ao termo “Starter do Fermento”, todavia, fazer o starter da levedura é bem mais simples do que se parece, sem contar que se você está buscando trabalhar com levedura líquida, reutilização da lama e, até mesmo, dar aquela economizada no fermento, aprender a como fazer corretamente o starter se torna essencial.

Assim, nesse post vou te ensinar os fundamentos e os cuidados necessários para que você possa conduzir corretamente a propagação do seu fermento.

Aprenda a Fazer o Starter do Fermento
Bem, o Starter nada mais é que uma fermentação em pequena escala, onde buscamos a ativação e multiplicação das leveduras inoculadas, para que desta forma, elas possam nos proporcionar uma fermentação saudável do nosso mosto posteriormente.

Dito isso, e antes de iniciarmos com os procedimentos, é fundamental que você entenda um fator importante para o starter: A Taxa de Inoculção da Levedura. Assim, caso você ainda não tenha muita experiência nesse assunto, te convido a dar uma lida nesse artigo antes de continuar: Como Inocular Corretamente a Levedura.

A importância da Sanitização e os Equipamentos

Assim como em toda parte fria do processo de fabricação da cerveja, a primeira questão que você deve ter em mente na hora de produzir seu Starter é quanto a limpeza e sanitização dos equipamentos e utensílios que serão utilizados. Portanto, seja bastante cuidadoso – lê-se paranoico – com a limpeza e sanitização em todas as etapas de preparo do seu starter.

E por se falar em equipamentos, vamos aos itens necessários e suas respectivas necessidades de limpeza ou sanitização:

Continue lendo

Aprenda sobre o Processo de Fermentação

Muitos se preocupam excessivamente com a brassagem – não que não seja importante – mas acabam negligenciam o processo de fermentação. Talvez por ser um processo que não dependa de nossa intervenção, exceto pela inoculação do fermento, ou por ser realmente misterioso no começo.

Fermentação da Cerveja Artesanal

Fermentação da Cerveja Artesanal

A fermentação tem um papel essencial na produção da cerveja artesanal, pois é nesta etapa que as leveduras transformam o líquido adocicado que produzimos na tão desejada cerveja. E aprender como tudo isso funciona é de extrema importância para a produção de ótimas cervejas.

Durante a fermentação, as leveduras irão consumir os açucares fermentáveis do mosto, gerando desta forma o álcool e o CO2, os aromas e sabores, e também a redução o pH da cerveja.

O tempo e a temperatura de fermentação podem variar de acordo com a densidade inicial do mosto, o tipo de levedura utilizado e as características que você busca na cerveja.

O que leva a uma boa fermentação?

Basicamente três fatores são determinantes para uma boa fermentação:

– A quantidade e viabilidade da levedura utilizada;

– A aeração e os nutrientes dissolvidos no mosto;

– E o Controle da Temperatura de fermentação.

Continue lendo

Processo de Produção da Cerveja Artesanal: Fermentação e Maturação

A fermentação tem um papel essencial na produção da cerveja artesanal, pois é nesta etapa que as leveduras transformam o líquido adocicado que produzimos, na tão desejada cerveja.

Nesta etapa as leveduras irão transformar os açucares fermentáveis do mosto em álcool e CO2, além de formar os aromas e sabores de uma cerveja.

Fermentação da Cerveja Artesanal

Fermentação da Cerveja Artesanal

Como vimos na diferença entre as cervejas do tipo Ale e Lager, o tipo de fermentação influenciará diretamente nas características buscadas em sua cerveja.

Continue lendo

Processo de Produção da Cerveja Artesanal: Resfriamento e Aeração

Dando continuidade ao processo de produção da cerveja artesanal, após a fervura do mosto, damos início aos preparativos da fermentação com algumas etapas simples, mas, que requer além de muita atenção uma boa sanitização!

Resfriamento

Logo após a fervura, o mosto deve ser resfriado de 90-95C para algo em torno de 20 C – dependendo do tipo de fermentação que será conduzida -, no menor tempo possível.

Processo de produção cerveja artesanal - Resfriamento do mosto

Processo de produção cerveja artesanal – Resfriamento do mosto

Continue lendo

Levedura: a vida da cerveja!

Por mais que a água, o malte e o lúpulo tenham uma participação fundamental no processo de fabricação da cerveja, é a levedura quem realmente transforma o mosto em nosso precioso líquido.

Assim, somos obrigados a assumir que mesmo depois de um dia “duro” de brassagem, preparando e tomando todo o cuidado para obtenção do melhor mosto, nossa função se resume em apenas produzir o alimento da levedura e mantê-la feliz.

Levedura: o verdadeiro cervejeiro!

Levedura: o verdadeiro cervejeiro!

Existem diversas espécies de leveduras, mas apenas duas principais são utilizadas na fabricação de cerveja: Saccharomyces Cerevisiae, a levedura da cerveja tipo Ale, e Saccharomyces Uvarum, levedura da cerveja tipo Lager.

Continue lendo